quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Relato do aluno Celso Serafini - Administração EAD

Cada pessoa pensa de uma forma, assim também é com a EAD, alguns têm receio por desconhecer, outros já acham a melhor oportunidade para estudar e progredir profissionalmente ou pessoalmente, enfim, cada um pensa de uma forma... vamos saber como pensam nossos alunos?
Abaixo tem o relato do aluno Celso, que está cursando o 4º semestre do curso de Administração EAD.

Como decidiu fazer um curso EAD na ULBRA?
Olá! Meu nome é Celso Marino Serafini, tenho 48 anos e sou de Santa Maria, atualmente trabalho na área técnica relacionada ao ramo de informática, cursar ensino superior sempre foi um velho desejo, porém nunca foi possível devido alguns fatores. Vi  no EAD esta oportunidade, pois, quem trabalha o dia todo sabe das dificuldades do aprendizado devido o “excesso” de material para estudo e “escassez de tempo”,  mas enfim , as dificuldades do dia-a-dia não impede ninguém de seguir em frente.

Que sentimento sente ao ser aluno da modalidade a distância?
Tenho a ideia de que o aluno presencial precisa constantemente do professor ao seu lado cobrando, estimulando, exigindo ou elogiando, acredito que este aluno(a) não é muito eficiente para educação a distância. Optei por esta forma de estudo por exigir que você seja um aluno maduro, autônomo, comprometido com o aprendizado, principalmente criativo, um estudante de fato, que cumpra os prazos, afinal, esse tipo de modalidade de ensino exige muito dos alunos(as) , o quê notoriamente deve torná-los  grandes profissionais.

Os momentos no polo são necessários? Você participa deles?
Sim, muitos acham que a educação a distancia não precisa da presença dos alunos(as),  grande engano, a presença nos polos presenciais são essenciais para o desenvolvimento descentralizado de atividades, sem essa presença a educação seria muito difícil, a diferença é que não precisamos frequentar  às aulas diariamente. Os polos oferecem uma ótima infraestrutura física, tecnológica e pedagógica para que os alunos possam acompanhar os cursos a distância.

Como se dá o contato com os colegas?
O contato com os colegas se dá de forma mais natural possível, isto é, nas aulas presenciais, redes sociais, e-mail, entre outras formas possíveis, muitos alunos formam grupos de estudos para aperfeiçoar o aprendizado...

Sente-se pertencente a um grupo? Sente-se diferente dos alunos do presencial?(uso da biblioteca e dos espaços da instituição).
Sim, sinto-me pertencente a um grupo, pois é uma forma de educação como qualquer outra, sinto-me também um pouco diferente dos alunos e colegas presenciais, uma vez que, conf. Já explicado anteriormente essa modalidade de ensino exige muito dos alunos(as) , o quê  deve tornar-me um profissionais mais preparado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário